Investigação reforça suspeita de crime ligado a pesca ilegal para desaparecimento no AM

Ministro do TST, Ives Gandra aplaude Bolsonaro dizer que pode desobedecer o STF
14 de junho de 2022
O que um médico que atendeu as crianças de massacre no Uvalde pode nos ensinar
14 de junho de 2022
Investigadores que atuam no caso do desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips afirmaram, sob a condição de anonimato, que as novas evidências e provas do caso -em especial a localização de pertences submersos no rio Itaquaí– reforçam a hipótese de que as atividades ilegais de pesca e a caça na região são o pano de fundo do sumiço dos dois.
Leia mais (06/13/2022 – 23h00)

Os comentários estão encerrados.