Justiça nega pedido de prisão de policiais envolvidos na morte de Genivaldo

Onde estão Bruno e Dom, capitão?
14 de junho de 2022
Polícia de SP diz ter achado rifa e recado do PCC em endereços de empresa de ônibus
14 de junho de 2022
A Justiça Federal em Sergipe negou nesta segunda-feira (13) o pedido de prisão preventiva dos três policiais rodoviários federais que participaram da ação que matou Genivaldo de Jesus dos Santos, na cidade de Umbaúba, no dia 25 de maio.

O pedido foi feito por um advogado da família de Genivaldo. Na decisão, o juiz da 7ª Vara Federal de Sergipe considerou prejudicado o pedido de prisão, pois “na fase de investigação, apenas autoridade policial e Ministério Público Federal podem solicitá-la”. O MPF, por sua vez, afirmou que “por ora” não cabe o pedido de prisão.
Leia mais (06/13/2022 – 19h40)

Os comentários estão encerrados.