Major disse que nada aconteceria com ele, conta doméstica agredida no Rio

Uma plateia exigente
29 de julho de 2022
Delegacias no Rio terão núcleos de atendimento à mulher, diz governo
29 de julho de 2022
Sentada na sala de reuniões do escritório de seus advogados, numa rua erma do bairro Taquara, zona oeste do Rio, Patrícia Peixoto da Silva, 33, disse que foi xingada antes de ser agredida por Bruno Chagas e que o policial afirmou que nada aconteceria com ele por ser “major da PM”.
Leia mais (07/28/2022 – 20h28)

Os comentários estão encerrados.