Bolsonaro elege proxalutamida, também sem eficácia comprovada contra Covid, como ‘nova cloroquina’

Estudo sugere que metano em lua de Saturno pode ser indicativo de vida
19 de julho de 2021
Estado do Rio tem mais de 70 casos de variante delta em 12 cidades
19 de julho de 2021
Há uma nova aspirante a cloroquina no radar de Jair Bolsonaro. A queridinha da vez é a proxalutamida, um fármaco fabricado na China inicialmente testado para cânceres como mama e próstata, e agora para a Covid-19.
Leia mais (07/18/2021 – 16h17)

Os comentários estão encerrados.