Microsoft para de vender tecnologia de leitura de emoções e limita reconhecimento facial

Danuza Leão levou colunas sobre comportamento e cultura às páginas da Folha
23 de junho de 2022
Google concorda em pagar por conteúdo da Wikipédia
23 de junho de 2022
A Microsoft afirmou nesta terça-feira (21) que vai parar de vender tecnologia que deduz o estado emocional de uma pessoa com base em imagens do rosto e também não vai mais fornecer acesso irrestrito à tecnologia de reconhecimento facial.
Leia mais (06/22/2022 – 14h57)

Os comentários estão encerrados.