Política para anemia falciforme, que atinge mais negros, é recente e enfrenta obstáculos

Racismo institucional contribui para mortes de negros por violência e saúde precária
11 de julho de 2021
Tutores reduzem passeios e investem em roupinhas; saiba cuidar do pet no frio
11 de julho de 2021
Todo mês, Regiane Odilon, 28, vai à farmácia pública da cidade do Rio de Janeiro buscar seis cartelas de hidroxiureia, um medicamento caro fornecido pelo SUS (Sistema Único de Saúde) para o tratamento de anemia falciforme, doença genética sanguínea que causa severas dores no corpo e afeta especialmente os afrodescendentes.
Leia mais (07/10/2021 – 23h15)

Os comentários estão encerrados.