Bolsonaro já era?

Contra o eleitor
10 de julho de 2021
Baixem o tom, fardados!
10 de julho de 2021
A pergunta que não quer calar é se a liquefação do governo já tornou Jair Bolsonaro eleitoralmente inviável ou se ainda corremos risco de vê-lo no páreo em 2022. Adoraria poder cravar a primeira opção, mas, especialmente depois de Bolsonaro em 2018, que eu jurava que não seria eleito, aprendi a não mais superestimar a racionalidade de meus coetâneos.
Leia mais (07/09/2021 – 23h15)

Os comentários estão encerrados.